Not really sure how feel about it..


Quero dizer-te tudo que sinto por ti. Nunca fui muito boa a falar frente a frente, as palavras desenhadas pela minha boca, ou, quem sabe, a coragem sempre me faltou e a escrita sempre foi e será o meu refúgio. É quase um jogo de palavras, conjugando cada uma para formar frases e exprimir tudo que sinto, tudo o que nutro por ti. O meu coração bombardeia energia a cada sorriso teu e no fundo és tu que fazes com que o meu sangue ferva e coloque toda a adrenalina em alta. Não te sei explicar esta analogia um pouco estranha de descrever, é algo difícil de redigir, até. Afinal, os sentimentos são difíceis de se descrever e o melhor é sentir. Mas, lá está, nunca fui muito boa a sentir, às vezes questiono-me se alguma vez senti o que era o amor; sempre coloquei os pensamentos à frente de qualquer sentimento: racional em vez de emocional. É que gosto de jogar com o baralho todo e os meus trunfos estão na minha parte racional, já na emocional está o desconhecido não é que não goste mas transmite-me uma certa insegurança e não gosto. Será que gosto de sentir ? não é que não goste de sentir o que nutro por ti e é tudo bom sem reclamações e faz-me feliz só que é um todo um quanto desconhecido para mim. Nem sei dizer mesmo o que sinto, que confusa que estou ! e eu que não sou de confusão, nunca  fui. Estranho, é tão estranho estas sensações não achas ?

2 comentários:

Liliana Pereira disse...

Adoro o texto! Muito bom!

Hayley S. Logan disse...

Como percebo este teu texto... e o significado de cabeça versus coração...