Que seja Agora


Dás ditos por não ditos, jogas com o baralho todo e depois, a vida vem e troca-te as voltas. O que hoje é certo amanhã já não é. Sorris com o presente, sem certeza do futuro. Fazes mil e um planos, constróis grandes edifícios em cima das pessoas que tens, supostamente, dadas como certas e do nada, uma rajada de vento, leva-as para bem longe. Levantas-te, ergues-te e começas a batalhar contra essas tempestades, fazes-te forte e quando menos esperas zás, a vida dá-te outra chapada. Cada vez mais acredito que o Destino é algo incontrolável, que o que tiver de ser tem muita força e se estamos já predestinados, que aconteça agora.

3 comentários:

Meos Desabafos disse...

Hâllo!!!
Aqui estou eu (não de forma tão regular como gostaria, mas a vida é mesmo assim!).
Antes de tudo, quero agradecer-te pela atenção que tens por mim e de ires lá comentar os meus post! Obrigado!

Agora em relação ao teu post...
Como uma vez li num artigo, o sucesso (nas mais variadas áreas), não é controlável; mas pode procurar-se.
Assim, acredito que é o destino!
Pode não conseguir-se controlar, mas, pode procurar leva-lo a "bom porto".
Uma pessoa pode não ter grande pré-disposição para saltar de paraquedas e nunca o vir a fazer. Mas se for trinado e incentivado para tal, pode tornar-se o melhor do mundo a fazê-lo.

Este não é o melhor exemplo, para te conseguir explicar a forma como poderás tentar perseguir os teus sonhos chegares ao ponto de que mais uma mudança na tua vida, é apenas uma mudança que irás superar, por mais fácil ou difícil que seja...
A vida não é fácil, mas a forma como tu a encaras já dá sinais que a irás encarar da forma correta!

Só uma coisa!
Não tenhas pressa de viver e que as coisas aconteçam imediatamente, as coisas simplesmente acontecem; mas tens que as deixar acontecer (faz o que te digo e não faças o que eu faço!)

Beijinhos!!!

Carina Filipa Peixoto disse...

Estive a "cuscar" o teu blog, e adorei bastante, por isso vou seguir (:
e quando a este post, bem, está totalmente certo, mas só temos de ser capazes de nos levantar de todas as vezes que a vida nos der uma chapada...

Patrícia Monteiro disse...

"Cair sete vezes, levantar oito" :)